TUDO COMEÇOU ASSIM…

Em 1999, a professora Nelma Darzi (diretora artística da Escola de Dança Petite Danse) sentiu que estava faltando alguma coisa na sua vida. Nessa época, a Escola já existia há 10 anos e estava indo bem, porém, ela estava sentindo falta de ajudar pessoas, como fazia quando era mais nova.

Foi então que procurou a Escola Municipal Barão de Itacuruçá, um colégio público localizado próximo a matriz da Escola Petite Danse, na Tijuca.

Inicialmente, ela ofereceu 25 vagas. Estes alunos foram selecionados pelo grau de interesse e também por uma avaliação física, a qual permitiu constatar quais os alunos estariam aptos a frequentar as aulas de ballet. Os alunos avaliados receberam bolsa de estudo integral para o curso de formação profissional da Escola de Dança Petite Danse, além de assistência médica gratuita e apoio no ensino escolar.

Atualmente, o projeto Social Dançar a Vida é reconhecido como uma Organização Não Governamental associação sem fins lucrativos que atua em parceria com a Escola de Dança Petite Danse, utilizando o seu método de ensino através do Curso de Formação Profissional para Bailarinos autorizado pelo Conselho Estadual de Educação do Rio de Janeiro.

Atende a 190 alunos oriundos de diversos estabelecimentos de ensino público. As turmas são divididas por idade e grau de desenvolvimento técnico. Os alunos mais dedicados e participativos já fazem parte das Companhias de Dança da Escola Petite Danse e alguns destes alunos já estão sendo encaminhados para grandes companhias profissionais no Brasil e também no exterior. Outros alunos que demonstram maior interesse pela formação pedagógica são direcionados para o curso de formação de professores e praticam o estágio dentro da própria Escola de Dança Petite Danse.

A Professora Nelma Darzi, responsável pelo projeto, é formada em Licenciatura plena em Educação Física, pós-graduada em Administração Escolar e Didática de ensino da Dança Infanto Juvenil. Diretora artística da Escola de Dança Petite Danse e da Companhia Jovem Dançar a Vida.

 

NOSSO OBJETIVO

– Aliar ao estudo da dança, a preocupação com aspectos educativos globais do aluno: disciplina, estímulo ao trabalho em equipe, solidariedade, formação de valores e atitudes éticos – sociais, estímulo ao conhecimento e integração de diferentes linguagens artísticas (dança, teatro, música etc),

– Proporcionar a formação profissional no curso técnico para bailarinos, autorizado pelo Conselho Estadual de Educação do Rio de Janeiro, por ato nº. 788 / 2002.

– Sondar aptidões e descobrir jovens talentos que serão treinados e orientados para a formação profissional mais adequada às suas aptidões.

Nossa História | Projeto Social Dançar a Vida

The message will be closed after 20 s
Ajax Loading